Este é o novo blog UERJ Ocupada, o blog que nasceu como o veículo oficial de comunicação da ocupação da reitoria da UERJ, em setembro de 2008, continuou como o principal meio de comunicação dos estudantes da nossa Universidade e que volta agora, em 2009, renovado para um ano de muita luta e, sobretudo, de ocupação do espaço da Universidade para a construção da UERJ que queremos.

Venha fazer parte deste movimento você também! Fique sabendo por aqui o que está acontecendo, se informe, mas sobretudo PARTICIPE, pois este blog é um espaço feito para ser ocupado pelos estudantes da UERJ.

Envie fotos, criticas, denuncias, sugestões, historias, artigos, desenhos, charges etc. para o e-mailocupacaouerj@gmail.com teremos prazer em publicar o que nos for enviado!

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Pauta de Reivindicações da Ocupação

Pauta de reivindicações para negociações com o Governo do Estado:

1 - 6% da arrecadação tributária líquida para a Uerj, como consta no
artigo 309 da Constituição do Estado, suspenso por liminar consedida
por Gilmar Mendes para o Governo.

Pauta de reivindicações para negociações com a Reitoria:

1 - Desistência de todos os processos judiciais que envolvem
estudantes do DCE, bem como a feitura de uma transação que tenha por
objeto a renúncia por parte da Reitoria de futuramente processar
civel, penal e administrativamente quaisquer estudantes que integram
a ocupação. Além disso, será garantido que não haverá perseguição
política de qualquer espécie aos mesmos.

2 - Compromisso público da Reitoria com os prazos para o início das
obras do Bandejão em todos os campi, bem como a participação dos
estudantes em um fórum deliberativo e paritário que terá por objeto
discutir como se dará a concretização do restaurante universitário.

3 - Transporte inter-campi.

4 - Reforma estrutural efetuada com a participação estudantil.

5 - Garantida a concretização da lei 5230 que dispõe que todo
estudante cotista receba durante todo o curso universitário a bolsa
auxílio.

6 - Alojamento estudantil e creche universitária para todos os campi.

7 - Reestruturação e melhoria da biblioteca da FFP e FEBF.

8 - Revisão dos critérios para a utilização dos espaços - internos e
externos - da universidade e garantia de que os estudantes poderão
utilizar-se desses espaços.

9 - Reestruturação do prédio dos alunos, o qual deverá ser
controlado pelos estudantes.

10 - Feitura de uma olimpíada estudantil na universidade.

11 - Reutilização e controle do espaço do antigo bar do DCE pela
entidade.

12 - Doação de data-show e de tela de projeção para o DCE.

13 - Afastamento imediato de Maurício Mota da DJUR.

14 - Apoio da Reitoria pelo não preenchimento do SIGO.

15 - Paridade nos conselhos superiores.

16 - Abertura de concurso público para professores e técnicos em
todos os campi, além de uma maior fiscalização das contratações.

17 - Aumento das bolsas - qualitativo e quantitativo - e revisão dos
critérios de acumulação de bolsas.

18 - Livre acesso ao bacharelado.

2 comentários:

Samuel disse...

Após perguntar 3 vezes aqui no Blog, 2 na ocupação e umas 3 no orkut, eu to quase desistindo.

Mas eu compreendo. Afinal, a pauta não deve ser pública. Que bobagem, né? Pauta, coisa secundária na ocupação, afinal, estamos lá pra conquistar o ... a.... ah, é, a pauta!

por isso, tento mais uma vez: Qual é a bendita pauta prioritártia que foi decidida há uma semana quase? E pq decidiram por uma, se quando eu propus foram quase todos contra?

Ocupação UERJ disse...

Samuel,

Mande um e-mail para ocupacaouerj@gamil.com ou, ao menos, fale conosco pessoalmente na ocupação e terá suas perguntas respondidas. Você não deve assumir uma posição de "consumidor" da ocupação ou do movimento por três motivos:

1- você é parte dele, querendo ou não. então o que é produzido na ocupação e/ou no movimento é de sua responsabilidade também. A conduta que cabe não é cobrar, mas fazer.

2- ninguém na ocupação ou no movimento é funcionário.

3- temos trabalho pra caramba e às vezes falta tempo pra ficar com demandas que poderiam ser atendidas de outras formas que não pela internet. Quando temos que fazê-lo, a prioridade é de quem não está no movimento e/ou não pode ir lá; gente de fora. As razões são óbvias.

Sei que você não fez por mal, mas peço que venha falar pessoalmente.

Forte Abraço!

 
© 2008 *By Templates para Você*